"Peço que vocês me indiquem um local onde eu possa fazer terapia de grupo, pois sempre achei que isso poderia me ajudar a viver melhor."

Leila Paiva Goiânia (GO)

Terapia em Grupo
Imagem: Pixabay

Ana Fraiman

Para uma pessoa viver melhor é necessário que ela torne claro para si e para os outros aquilo que ela necessita e, em contrapartida, do que ela dispõe. Um problema que é vagamente formulado praticamente não permite respostas, a não ser igualmente vaga, como é o seu caso. Não se pode indicar uma forma de tratamento específico sem conhecer a pessoa e discutir com ela o que precisamente ela apresenta, o que pretende onde e como encontrar.

Não é só uma terapia que “ajuda” a viver melhor. Bons amigos, trabalho, ocupação e/ou estudos que tragam realização, família e amor, moradia, alimentação e saúde fazem parte disso que você chama de “viver bem”. Aliás, viver bem e viver melhor são apreciações subjetivas que precisam ser esclarecidas, e isso só se faz pessoalmente, com alguém de confiança.

Fonte: Coluna VELHICE da revista CLAUDIA (publicados entre as décadas de 80 e 90) - Por Ana Fraiman

VELHICE - Como conviver com essa realidade
Ana Perwin Fraiman - psicóloga, com curso de aperfeiçoamento em Gerontologia Social pelo Instituto Sedes Sapientiae, SP. e pós-graduada em Psicologia Social pela USP.

 

  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

Deixe uma resposta