Bolsa de Mulher

Bolsa é algo que nos fascina. Sair de casa sem, parece sair despida.

Ana Fraiman

Fico aqui me perguntando de onde vem esse fetiche. Se nato ou adquirido, de qualquer modo, robusto e bem desenvolvido. Bolsas guardam segredos, mas também são indiscretas. Revelam a idade que temos.

Bolsa de Mulher
Imagem: pixabay

Antes de nascer, vivemos todos dentro de uma bolsa. Ela se chama útero. Confortável – até certo ponto – e quentinho. Tudo de que precisamos está lá. Até que um dia, arriscamo-nos a vir ao mundo: sem nada nas mãos! Caso sério.

A mamãe, porém, logo dará um jeitinho. Não sairá de casa sem levar uma bolsa junto com os nossos pertences. Seus próprios pertences, talvez, os enfie em meio aos nossos, talvez os leve pendurados num dos ombros. Mas a nossa bolsa não vai faltar. Talvez nos carregue a tiracolo, numa cestinha ou nos coloque num de seus bolsos? Duvido, mas há mamães muito práticas, enquanto outras, nossa, não sei nem o que dizer.

Continue lendo