A fase da aposentadoria

A vida não lhe trará o sucesso de bandeja. Velho ou novo vá buscar. Este é a grande mudança da aposentadoria: comece de novo.

Aposentado Marionete

“Eu já estava convencido que, dali para frente, a minha vida não seria mais do que uma sucessão de dias que eu tentaria preencher de alguma forma útil, tal qual uma To Do List diária, a qual eu fazia todas as noites, antes de dormir e cumpria no dia seguinte ou poucos dias depois: ir ao banco pagar o INSS da nossa empregada; passar no sacolão e comprar as frutas que estavam faltando; levar meus tênis para reparo; lavar o carro na esquina, enquanto usufruísse alguma cortesia do posto; comparecer ao dentista e, tantas coisas mais, que faz com que o dia a dia de um aposentado se preencha.

Continue lendo

Dicas Para Maiores de 60 Anos (e para quem vai chegar lá)

Apresentamos a seguir uma seleção de dicas e sugestões para aqueles que passaram das suas bem-vividas 60 primaveras. Aplicam-se, também, àqueles quem ainda não chegaram lá e pensam no futuro, em querer vivê-lo o mais plenamente possível. Algumas você já sabe, outras podem lhe surpreender. Enfim, leia, reflita, coloque em prática o que lhe convém!

Maiores de 60 Anos

1. É hora de usar o dinheiro (pouco ou muito) que você conseguiu economizar. Use-o para você, não para guardá-lo. Não o desfrute com aqueles que não têm a menor noção do sacrifício que você fez para consegui-lo. Geralmente alguns parentes, mesmo que distantes, têm ótimas ideias sobre como aplicar o seu suado dinheiro. Lembre-se que não há nada mais perigoso do que ‘um parente com ideias’. Atenção: não é época de fazer investimentos grandiosos. Eles acabam trazendo problemas e agora é hora de focar na sua paz e tranquilidade.

Leia também:

Idosos Órfãos de Filhos Vivos – Os novos desvalidos

2. Pare de se preocupar com a situação financeira dos seus filhos e netos. Não se sinta culpado por gastar o dinheiro consigo mesmo. Você provavelmente já ofereceu o que foi possível na infância e juventude, como uma boa educação. Agora a responsabilidade é deles.

3. Não é mais época de sustentar pessoas de sua família. Estamos nos referindo aos "folgados", evidentemente. Seja um pouco egoísta, mas não avarento. Tenha uma vida saudável, sem grande esforço físico. Faça ginástica moderada (como caminhar ou nadar, regularmente) e se alimente bem e corretamente.

4. Compre sempre o melhor e mais bonito. Lembre-se de que, neste momento, um objetivo fundamental é o de gastar dinheiro com você mesmo, com seus gostos e caprichos, bem como os do seu parceiro ou parceira. Após a morte, o dinheiro só gera ódio e ressentimento. Na verdade, traz à tona rivalidades e ressentimentos de muito tempo atrás, que não foram superados.

Continue lendo