Tenho 69 anos e meu marido, com 72, ainda me procura. Isto está certo? Não é hora de parar?

Ana FraimanNão há uma “hora” para se parar com a atividade sexual, especialmente quando se tem saúde, afeto e atração pelo companheiro ou companheira. Se o sexo é prazeroso, ele se prolonga sem limite de idade, como uma atividade natural e um envolvimento emocional muito benéfico. O que pode mudar é a forma de ele acontecer, mas não o interesse que desperta nas pessoas sadias.

Fonte: Coluna VELHICE da revista CLAUDIA – Por Ana Fraiman | maio/1984

VELHICE - Como conviver com essa realidade
Ana Perwin Fraiman – psicóloga, com curso de aperfeiçoamento em Gerontologia Social pelo Instituto Sedes Sapientiae, SP. e pós-graduada em Psicologia Social pela USP.

Deixe uma resposta