"Aos 68 anos, minha mãe tem momentos de total lucidez e horas em que se esquece de tudo, confundindo os fatos. Às vezes acho que ela está fazendo chantagem. Será que é esclerose?"

Stela Campos, Rio de Janeiro (RJ)

Esclerose
Imagem: Pixabay

Ana Fraiman

O diagnóstico de esclerose tem sido muito mal utilizado, levando a família a uma atitude de descaso em relação ao velho. Nem todos os sintomas que sua mãe apresenta são decorrentes da idade, já que várias patologias apresentam tais sintomas.

Por isso, é importante fazer uma avaliação médica e deixar claro que os casos de esclerose são menos frequentes do que se pensa, sendo o médico especialista o único capaz de detectar a doença.

Leia também: 

"Minha sogra (79 anos) agora anda distribuindo seus bens. Ela, que nunca foi de dar nada, mesmo quando a gente precisou, virou generosa de repente. Isto é esclerose?" - Pergunta de M.C.P. Guimarães. São Paulo (SP)

Alzheimer não é Loucura - Série Cuidando Com Carinho #1

Fonte: Coluna VELHICE da revista CLAUDIA - Por Ana Fraiman

VELHICE - Como conviver com essa realidade
Ana Perwin Fraiman - psicóloga, com curso de aperfeiçoamento em Gerontologia Social pelo Instituto Sedes Sapientiae, SP. e pós-graduada em Psicologia Social pela USP.

 

  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

Deixe uma resposta