Identidade de Gênero

  • Você tem certeza de que não carrega em seu peito nenhum preconceito contra aqueles que são diferentes de você? Ou você se orgulha de ser preconceituoso?
  • Você realmente acredita que um casal e uma família unissexual podem ser extremamente felizes? E que uma criança não fica traumatizada quando é criada com amor por seus dois pais ou duas mães? Ou você acha que sabe tudo sobre felicidade em família?
  • Você acolheria com amor, respeito e alegria o casamento, o relacionamento profundo de seus filhos com pessoas do mesmo sexo? Ou o que importa é o que você quer para eles?
  • Você sabe que AMOR não tem sexo? E que a diversidade é a riqueza de uma nação?

Você tem ideia do que significa CORAGEM DE SER DIFERENTE?
E a GRANDEZA de ser quem se é?

Muitas vidas são marcadas pelo medo, pelo desdém, pelo abuso e pela violência, quando a questão em pauta é a sexualidade discriminada.

Você deseja vencer, corrigir e superar essas distorções marcadas pela discriminação social em relação a pessoas que não têm sua identidade de gênero definida e, mais as que transitam entre os dois corpos? Ou você se recusa terminantemente a ouvir, respeitar o outro?

Você sabe que uma alma feminina pode nascer num corpo masculino e vice-versa? E que pessoas humanas não são binárias? Em nossa integridade, somos profundamente complexos e susceptíveis ao respeito que nos concedem.

Negar uma parte de nosso ser é nos conduzir ao desespero e à insensibilidade para conosco mesmos e para com o próximo.

Não temos somente mulher de um lado e homem de outro, mas uma gama imensa de pessoas que não se identificam nem com um nem com outro lado. Você sabe que PESSOAS NÃO TÊM LADO?!i

Especialistas de todas as áreas reconhecem que a discriminação sexual é um dos piores crimes contra a humanidade, por negar o direito de ser e de existir tal como a própria pessoa se reconhece.
Olhares de nojo, de superioridade, de escárnio só dizem uma verdade: sobre a própria pessoa em relação àquilo que ela nega ou repudia em si mesma. Tenha essa pessoa consciência disso ou não.

Eu sou pela LIBERDADE DE SER. Pela afirmação de que NINGUÉM É MELHOR NEM MAIS CAPAZ DO QUE NINGUÉM em razão de sua orientação sexual.
As diferenças entre quem é melhor e quem é pior residem em nosso caráter. Uma pessoa de bom caráter traz consigo e desenvolve ainda mais - em seu trabalho, no trato com a sua família e nos demais relacionamentos - as virtudes que edificam a nossa humanidade.

Afirmo ainda que amar é a melhor forma de SE respeitar! O amor e suas linguagens não reconhecem barreiras, nem de tempo, nem de espaço e muito menos da forma que o nosso corpo físico toma e realiza.

Aliás, o amor não depende sequer de quem a outra pessoa é nem do que e do como ela faz. O AMOR NÃO SE JUSTIFICA. SE VIVE. A GENTE AMA PORQUE SABE AMAR, independente do controle que achamos que podemos ter! Ninguém decide ser homem ou mulher. Assume-se como tal. E habilita-se ao amor, em todas as suas variâncias e diferenças.

O AMOR É INCLUSIVO, independente da identidade sexual a quem devotamos o nosso amor.

ESCOLHA, em matéria de amor e diversidade, não pode ser regulada por lei. É uma questão de alma e de entrega existencial.

Minhas restrições se dirigem contra os abusos de poder e as muitas formas de violência praticadas contra o próximo. Um único tiro pode matar uma pessoa. Palavras de ódio, ditadas pela ignorância e pela ferocidade, podem esmagar a autoestima de uma pessoa, podem matar a esperança e a confiança necessárias para que sejamos felizes.

POR CAUSA DISSO, do desconhecimento, dos preconceitos e da discriminação é que me disponho a apoiar a causa da IDENTIDADE DE GÊNERO. Para transformar a nossa sociedade em uma sociedade livre de discriminações infundadas e destrutivas, de crimes homofóbicos e de violências justificadas pelo medo dos que são diferentes entre si e, em vez de estabelecer pontes e diálogos, decidem pelo banimento social e pela execução sumária daqueles que ameaçam as mentes fechadas, que se auto elegem como melhores e principais.

  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

Deixe uma resposta