Da mesma forma que se faz com as crianças, a família pode baixar normas de comportamento para o velho.

Higiene dos Idosos
Imagem: Pixabay

Todos nós adquirimos hábitos de higiene por força da socialização. Todo mundo sabe a luta que se tem com uma criança para ensiná-la a escovar os dentes.

O velho já cumpriu muito com o seu papel. Inclusive de transmissor destes hábitos. E num certo momento pode chegar a dizer: “cansei, não quero mais tomar banho ou não quero mais fazer a barba”. Ele também pode ter os seus padrões. Às vezes faz isso por agressão à família ou por falta de motivação.

Nesses casos, a família não pode sentir-se irritada, ela também tem os seus limites e pode baixar normas para que um comportamento indesejado do velho não prejudique a sua própria higiene ou torne a sua aparência indesejável para os demais membros na mesa de jantar. Da mesma forma que se faz com as crianças, a família pode baixar normas de comportamento para o velho.

Inscreva-se no Canal Ana Fraiman no Youtube para não perder nossos conteúdos em vídeo: 

 
  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

Deixe uma resposta