Numa pesquisa publicada no Zero Hora, consta que mais de 24% dos jovens está fora do mercado de trabalho.

Jornal - Desemprego
ZERO HORA - Terça-feira, 2 de Agosto de 2016
Há como aumentar as próprias chances? Enquanto a nossa economia não melhora, como se diferenciar em meio a tanta gente que envia CV, fala com um e com outro e volta para casa cada dia mais desanimado?
 
Aqui vão 10 dicas que podem fazer alguma diferença.
 
1. Decida onde e com o que você deseja trabalhar, mesmo: e coloque foco nisso. Não adianta distribuir CV a torto e a direito. Seja objetivo em relação ao que você quer fazer. Não será isso que seus recrutadores haverão de apreciar em você.
 
2. Desenvolva um 'resumo animal': muito bem feito. Cabe até uma ilustração muito criativa. Talvez uma foto bastante ilustrativa sobre sua pessoa, seus objetivos, sua formação ou seu sonho. Algo elegante que cause impacto.

 
3. Escreva e ensaie a imagem pública que você deseja projetar: fale na frente de um espelho, sinta-se seguro ao falar do que você sabe e do que você busca em relação ao trabalho e à vida. Pare de postar bobagens nas redes, de fazer comentários grosseiros, selfies em que você está para lá de alterado(a), de tanto beber, de língua de fora, fazendo gestos obscenos e,remova tudo aquilo que possa deixar dúvidas sobre o seu bom caráter. Trabalho não é festa
 
4. Gaste dois terços de seu tempo, a cada dia, fazendo seu Networking: converse com conhecidos e desconhecidos. Nunca se sabe que portas poderão se abrir, partindo de uma conversa agradável e bem articulada, com a pessoa que está a sua frente.
 
5. Utilize os recursos da internet  de 1 a 2 horas por dia: o resto é conversar, conversar, conversar. E, não só sobre trabalho, mas sobre sonhos e experiências positivas sobre você e sobre algo que você viu acontecer.
 
6. Envie resumos do seu CV para recrutadores: e, sendo adequado e possível, entregue-os em mãos de conhecidos que possas fazer sua indicação e falarem bem de sua pessoa.
 
7. Prepare-se para a sua entrevista: fale frente ao espelho, frente aos amigos, namoradas e namorados, pais e tios. Peça:lhes opinião sobre como você se saiu e no que melhorar. Vista-se decentemente, principalmente com uma roupa limpa, calçados bem cuidados, cuide do seu cabelo e use perfume discreto.
 
8. Esteja em paz com Deus, com sua família e consigo próprio(a): mentalize, diariamente, um futuro em breve, em que vocês esteja satisfeito(a) consigo. Veja-se numa cena em que você esteja sorrindo, ajudando pessoas, sentindo prazer em aprender coisas novas em seu próximo posto de trabalho, sabendo colocar em prática aquilo que você já sabe e já estudou ate agora.
 
9. Comece a procurar no que e onde tem escolas/institutos/palestras e cursos: para manter-se atualizado(a), adquirir conhecimentos gerais e desenvolver mais algumas habilidades. Treine uma língua. estrangeira. Inglês continua sendo requisito básico para se destacar e sair bem num primeiro e, mesmo, num novo emprego.
 
10. Passe a ser uma pessoa muito gentil e atenta com os demais a sua volta: seja uma pessoa polida, repare se alguém precisa de ajuda e ajude, cumprimente sentindo vontade de que o dia ou a noite daquela pessoa melhore de verdade. Pessoas observam pessoas e alguém pode estar precisando contratar justamente alguém gentil, humano e dedicado, como você haverá de se tornar. Mais e mais. Invista em seus bons modos e cuide bem dos lugares públicos, dos bichinhos, das crianças, idosos, mulheres grávidas. No transporte público ceda a sua vez. Destaque-se pelas suas qualidades de boa pessoa. Comece com a sua própria família. Seu astral vai mudar e você vai gostar.
 
Boa sorte!
 
  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

Deixe uma resposta