De uns tempos para cá, depois que meu marido se aposentou, estou mais “mandona”. Será a idade?

Ana Fraiman

Tornar-se “mandona” é, possivelmente, uma forma de reafirmar competências e mesmo de autoafirmação. Tem mais a ver com a insegurança que as pessoas sentem em algumas fases da vida do que propriamente com a idade. Quando os filhos crescem e começam a competir pela autoridade, quando o marido se aposenta e “invade” o território doméstico, a mulher pode se sentir ameaçada e se tornar agressiva. Só o fato de você perceber essa atitude e um bom caminho para solucionar problemas de convivência doméstica. Seria interessante descobrir o que, exatamente, a desagrada ou do que você vem sentindo medo.

Fonte: Coluna VELHICE da revista CLAUDIA – Por Ana Fraiman | Julho/1984

VELHICE - Como conviver com essa realidade
Ana Perwin Fraiman – psicóloga, com curso de aperfeiçoamento em Gerontologia Social pelo Instituto Sedes Sapientiae, SP. e pós-graduada em Psicologia Social pela USP.

 

Deixe uma resposta