Queridos e queridas que têm acompanhado, comentado e compartilhado meus posts. Boa parte de vocês já tomou conhecimento de que sou Presidente Nacional dos segmentos Família e Idoso, do Partido Social Democrata Cristão - PSDC.

Matemática para crianças

Ao aceitar esse posto coube-me uma tarefa fundamental e monumental: levar às famílias também e, não somente aos idosos em particular, o que há de mais moderno, mais humano e mais elevado, no que diz respeito a cuidar de cada membro de uma família. Não é pouco ao que me propus.

Muitos já me conhecem de longa data pelos meus escritos e pela irradiação de conhecimentos e achados de outros autores, igualmente interessantes e proveitosos. Nos últimos anos, também, me integrei a uma equipe de profissionais que, a partir de um núcleo da PUC-SP, se debruça sobre estudos do futuro, o NEF.

Pensamos o mundo, em 2040 (!) e, nesta empreitada produzimos e debatemos conhecimentos, numa troca incrível que é divulgada para toda a América Latina, Portugal e Espanha, chegando muito mais além, procurando alimentar os políticos, os artistas e os empreendedores com saberes e cases de sucesso que, de fato, fazem diferença na construção da Cultura da Paz.

Pelo NEF realizamos pesquisas, encontros, publicações. Queremos colaborar para que ocorram as transformações necessárias para que o nosso mundo eleve sua frequência energética e nos permita, a todos, uma vida feliz, próspera, abundante e segura. Uma vida verdadeiramente humana, onde pessoas se importem, efetivamente, com pessoas.

Onde políticos, administradores e gestores, educadores, empresários e, as lideranças sociais, os pais, mães e avós de família abracem, mundialmente, a proposta do desenvolvimento socioecossustentável. Trata-se de um movimento sólido, internacional, perfeitamente alinhado com o Projeto Millenium, da ONU.

Carregamos e veiculamos mais do que conhecimentos. Trazemos estímulos e desafios. Hoje, em especial, para o meu Blog, introduzo uma grande novidade: a divulgação de sites, vídeos, textos que dizem respeito à criação e à educação de filhos, desde bebês! Na verdade, desde quando eles ‘moram’ na barriga de suas mamães. Bebês aprendem! Mães e bebês se reconhecem e a família toda agradece. E, mais ainda: o pai participa e, não só como expectador!

A ele, pai e, também, aos avós, está sendo restituída a nobre função de prover segurança, presença, cuidado e nutrição. De muitos e diferentes modos. Ele deixa de ser depositário do papel de provedor – do que muitos homens fogem – e retoma seu papel de estruturador, em estreita colaboração com a mãe, da família de amor, que todos queremos ter. Mesmo quando um casal se separa, a família não se desfaz, a não ser ao custo de dores atrozes!

E, logo chegaremos à segunda infância e às adolescências, e aos adultos mais jovens, menos jovens, enfim, o nosso universo é o ser humano, independentemente de gênero e de geração. Nenhum de nós tem feito nada sozinho. O diálogo travado por pessoas de Bem e para pessoas de Bem é movido pelos mais nobres ideais, de respeito, inclusão, acolhimento, bondade e compaixão.

Esse movimento se realiza no mundo inteiro. O nosso interesse, coletivamente partilhado é o de fazer o bem sem olhar a quem. Não se trata, porém, de um fazer ingênuo. Muito pelo contrário. Somos altamente críticos e precisamos sê-lo, porque fazer ciência com amor e com rigor é aquilo que nos inspira e mobiliza.

Ser um cientista nesta plataforma requer, de todos nós, um compromisso sério e profundo de todos para com todos. Este é o NEF. Assim é que vivemos, debatemos, estudamos, pesquisamos, intercambiamos e os convidamos para tomarem ciência de que um novo mundo está sendo co-construído e que é muito bom participar dele!

Realizamos um trabalho árduo e o fazemos com alegria. Nutrimos ideais, esperanças, bem-querer, generosidade autêntica, desejo de conhecer, de questionar e compartilhar. Esse conjunto coordenado de movimentos, pensamentos e emoções, recebe o saboroso nome de Amor Incondicional.

Para começar, então, com essa nova linha de divulgação, muito de acordo com as tarefas a que me disponho, de divulgar saberes edificantes, indico que papais e mamães, avós e titias e irmãos mais crescidinhos, professores e professoras, assistam ao vídeo da Profa. Margarita Noyes, que dá dicas sobre ‘como começar a ensinar conceitos matemáticos para crianças bem pequenas, começando pelo nome dos números e pela contagem de objetos’.

Outros sites que recomendo pela sua excelência:

  • www.opee.com.br – onde se encontram fartos conhecimentos e ferramentas para a educação de crianças, jovens e família, com os podcasts do Professor Leo Fraiman - http://opee2.com.br/ e, do Professor João Figueiró, os abaixo assinalados.
  • www.zeroaseis.org.br
  • www.probebe.org.br
  • www.pucsp.br/catedraignacysachs/piaui.html
  • www.facebook.com/brprobebe/
  • www.facebook.com/joaoaugusto.figueiro.9
  • www.facebook.com/profile.php?id=100011493371312
  • redecriancaepaz.ning.com/
  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

Deixe uma resposta