Qual é o perfil dos alunos que são aprovados nos vestibulares mais concorridos?

Uma série de fatores entram em questão quando se pensa em uma aprovação em um vestibular altamente exigente. O que conta, em primeiro lugar, é a formação ao longo de toda a vida escolar (desempenho no Ensino Infantil, no Fundamental e no Médio).

Por Leo Fraiman*

Qual é o perfil dos alunos que são aprovados nos vestibulares mais concorridos?
Imagem: Pixabay

Há outros aspectos que também são relevantes para que a sua formação seja bem-sucedida. Pesquisas de âmbito nacional indicam o perfil dos jovens que geralmente costumam ser aprovados nos vestibulares de universidades conceituadas.

Continue lendo

Psicologia é profissão para problemáticos?

Não se deixe pegar por pessoas que comentam que “o mercado está saturado”, “psicologia não dá dinheiro” ou que “só faz psicologia quem é problemático”.

Uma das principais piadinhas é que só vai cursar psicologia quem tem problema. Que são os problemáticos. Assista o vídeo e entenda melhor alguns dilemas, mitos e verdades enfrentados por quem segue ou pretende seguir carreira em psicologia.

Inscreva-se no Canal Ana Fraiman no Youtube para não perder nossos conteúdos em vídeo: 

 
  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

O que é vocação? Todos nós temos uma?

A escolha vocacional é um termo originado da palavra “vocação”, do latim vocare, que significa “predestinação”. Assim, subentende-se que escolher uma profissão é como atender a um chamado divino. É como uma voz vinda de Deus que pede à pessoa que realize um feito no mundo.

Por Leo Fraiman*

Orientação Profissional, Vocação
Pixabay

É uma visão muito nobre. E algumas pessoas, de fato, têm a sorte de encontrar dentro de si um talento tão especial para realizar determinada atividade, em que a profissão acaba por se tornar um projeto de vida desde muito cedo.

Continue lendo

Vida universitária: do medo à atitude

O índice de desistência em alguns cursos universitários, principalmente nas instituições particulares, chega a 50% nos dois primeiros anos. Isso ocorre por uma séria de fatores: não gostar do sistema da universidade, não se entrosar com os colegas de classe, não estar suficientemente amadurecido para seguir uma vida universitária, desencantar-se com o curso e até por motivos financeiros.

Vida universitária: do medo à atitude
Imagem: Pixabay

Vale a pena seguir o quadro de dicas abaixo antes de pensar em desistir de um curso:

1- Assistir as aulas dos anos seguintes, quando as matérias, normalmente se tornam mais praticas. Isso porque muitos alunos entram na faculdade imaginando que vão projetar pontes, desenhar shopping, criar uma nova coleção de roupas ou curar um paciente, mas os primeiros anos em muitas faculdades são mais teóricos, frustrando suas expectativas.

Continue lendo

Há algum lado positivo do estresse e da ansiedade?

Ficar estressado, até certo ponto, é o que faz você uma pessoa mais competitiva, adaptada, capaz de alcanças seus objetivos.

Estresse e Ansiedade
Imagem: Pixabay | Tags: stress, estresse, ansiedade

“Ansiedade” vem do latim ansiare, que significa “anseio”, “desejo”. Ficamos ansiosos quando desejamos muito que algo aconteça. Assim, a ansiedade faz parte da nossa vida. O importante é evitar que a espera por nosso objetivo nos impeça de buscá-lo.

Continue lendo

O processo das emoções na escolha profissional

Os processos emocionais acontecem o tempo todo dentro de nós. Uma emoção é o produto de uma informação (estímulo) percebida pelos sentidos e representada, mentalmente, de determinado modo.

Por isso, o que nos impacta de uma forma pode afetar outra pessoa de modo diverso. Podemos extrair disso que toda emoção é a expressão de um sentimento, que, por sua vez reflete uma atribuição significativa da cognição.

Escolha Profissional
Imagem: Pixabay

Algo nos toca, nos mobiliza, atribuímos a isso um significado e sentimos algo, daí se expressa uma emoção, que é o que externalizamos, é a tradução de um processo cognitivamente mediado. A cognição avalia o estímulo, a resposta e as consequências do que externamos.

Vamos exemplificar: um aluno assiste a uma matéria no telejornal sobre determinada carreira e se sente motivado a prestar vestibular para essa profissão. Escuta, por exemplo, sobre geologia e descobre-se altamente identificado com um senso de aventura e conhecimento. Horas depois, no almoço, escuta seu pai comentar: “Hoje em dia as coisas estão difíceis, é preciso levar a vida a sério e seguir uma profissão que dê estabilidade”. Automaticamente ele pode representar essa fala como um aviso e fazer uma atribuição cognitiva como: “Geologia não é algo sério, não dá dinheiro”. Isso pode ser o bastante para o jovem deixar sua escolha autêntica de lado e atribuir (associar) segurança a outra profissão que não aquela que realmente gostaria de seguir.

Continue lendo

Como começar a ensinar conceitos matemáticos para crianças bem pequenas

Queridos e queridas que têm acompanhado, comentado e compartilhado meus posts. Boa parte de vocês já tomou conhecimento de que sou Presidente Nacional dos segmentos Família e Idoso, do Partido Social Democrata Cristão - PSDC.

Matemática para crianças

Ao aceitar esse posto coube-me uma tarefa fundamental e monumental: levar às famílias também e, não somente aos idosos em particular, o que há de mais moderno, mais humano e mais elevado, no que diz respeito a cuidar de cada membro de uma família. Não é pouco ao que me propus.

Continue lendo