Ter estado no topo não significa voltar ao topo

Para você voltar ao mercado numa boa colocação, além dos quesitos específicos para seu bom desempenho e de seu vasto currículo, deverá estar alinhado com a nova linguagem do mundo organizacional.

Aposentado de volta ao trabalho
shutterstock

“Quando eu ocupava o cargo de diretor financeiro de uma grande montadora, tinha duas secretárias diretas, além das demais, que nos serviam nas ocasiões em que o volume de trabalho aumentava. Todos ali tínhamos a maior dedicação e vezes sem conta permanecíamos, muito além do horário, em intermináveis reuniões. Claro que, algumas delas, ineficientes. Mas éramos uma equipe e todos colaboravam. Hoje estou trabalhando numa pequena empresa familiar.

Não fui treinado para isso. Não há equipe. Há os donos, eu e uma única secretária para todos. Então, sou eu mesmo que tenho que desenhar as planilhas. Perco um tempo danado! Sinto-me inoperante. Acostumei-me com a ação. Hoje, sinto que cumpro ordens. Além do que, ganho um terço do que ganhava antes. Minha esposa e meus filhos dizem que estou melhor, mais conversável, menos estressado. Mas dentro de mim, não consigo conviver bem com a nova situação. Sinto que perdi tudo aquilo pelo qual lutei a minha vida toda.”

Continue lendo

Psicologia é profissão para problemáticos?

Não se deixe pegar por pessoas que comentam que “o mercado está saturado”, “psicologia não dá dinheiro” ou que “só faz psicologia quem é problemático”.

Uma das principais piadinhas é que só vai cursar psicologia quem tem problema. Que são os problemáticos. Assista o vídeo e entenda melhor alguns dilemas, mitos e verdades enfrentados por quem segue ou pretende seguir carreira em psicologia.

Inscreva-se no Canal Ana Fraiman no Youtube para não perder nossos conteúdos em vídeo: 

 
  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

O que é vocação? Todos nós temos uma?

A escolha vocacional é um termo originado da palavra “vocação”, do latim vocare, que significa “predestinação”. Assim, subentende-se que escolher uma profissão é como atender a um chamado divino. É como uma voz vinda de Deus que pede à pessoa que realize um feito no mundo.

Por Leo Fraiman*

Orientação Profissional, Vocação
Pixabay

É uma visão muito nobre. E algumas pessoas, de fato, têm a sorte de encontrar dentro de si um talento tão especial para realizar determinada atividade, em que a profissão acaba por se tornar um projeto de vida desde muito cedo.

Continue lendo

Como elaborar o meu currículo, mesmo sem ter experiência?

Muitas empresas, quando abrem vagas para estágio, nem sempre precisam que o jovem já venha “pronto”, nem esteja super-preparado.

Por Leo Fraiman*

Em alguns casos, elas preferem exatamente a falta de experiência, pois assim não se tem tantos vícios comportamentais”. Desse modo os jovens podem ser mais facilmente adequados à cultura organizacional.

Continue lendo

Vida universitária: do medo à atitude

O índice de desistência em alguns cursos universitários, principalmente nas instituições particulares, chega a 50% nos dois primeiros anos. Isso ocorre por uma séria de fatores: não gostar do sistema da universidade, não se entrosar com os colegas de classe, não estar suficientemente amadurecido para seguir uma vida universitária, desencantar-se com o curso e até por motivos financeiros.

Vida universitária: do medo à atitude
Imagem: Pixabay

Vale a pena seguir o quadro de dicas abaixo antes de pensar em desistir de um curso:

1- Assistir as aulas dos anos seguintes, quando as matérias, normalmente se tornam mais praticas. Isso porque muitos alunos entram na faculdade imaginando que vão projetar pontes, desenhar shopping, criar uma nova coleção de roupas ou curar um paciente, mas os primeiros anos em muitas faculdades são mais teóricos, frustrando suas expectativas.

Continue lendo

Como manter as esperanças na carreira com tanta crise e desemprego?

No termo “crise” está inserida a palavra “crie”. Pode parecer simplista essa ideia, mas, na verdade, é a mais pura percepção da vida como ela é. Crises sempre existiram e sempre vão haver.

Por Leo Fraiman*

Carreira, Crise e Desemprego
Imagem: pixabay

Há momentos em que o mercado (e a vida) está a nosso favor e aproveitamos as oportunidade, mas é preciso saber como tudo oscila, todos nós enfrentamos crises, sejam elas pessoais ou profissionais. É nessas horas que os valores, crenças e atitudes são testados, que a competência e a resiliência são acionadas e contatos fazem a diferença.

Continue lendo

Sobrenome Corporativo após a Aposentadoria

A temporada após a aposentadoria e, mais, com o seu desligamento da empresa, vai ser um tempo em que você vai se decepcionar bastante. Acredite.

Sobrenome corporativo
Imagem: Pexels

José Carlos, 68 anos, até então diretor de marketing de uma empresa de publicidade que tem contas milionárias, vivia uma vida glamorosa, excitante, cheia de emoções. Gozava de vários poderes: tomava decisões importantes, estratégicas, estava por detrás da negociação de contas vultuosas, influía nas campanhas e se dava com clientes e fornecedores que o assediavam, diariamente, com prêmios, presentes, ofertas quase irrecusáveis, como viagens internacionais “para estar presente aos sets de filmagem, para pesquisar novos mercados, prospectar clientes, fazer benchmarketing”. Mesmo que declinasse deles, em quase que sua totalidade, recebendo-os somente em nome da empresa e quando fosse de total conveniência para a mesma, em inúmeras oportunidades foi o centro das atenções, usufruindo de todo o prestígio que o cargo lhe emprestava. Mesmo dizendo saber tudo isso não se dirigia a sua pessoa, mas a seu cargo, à hora em que se afastou, viu-se sofrendo pela falta do assédio e das oportunidades de aproveitar do bom e do melhor, compatível com seu alto cargo e com o volume de negócios que trazia para a empresa.

Continue lendo

É verdade que a escolha profissional é a mais importante da vida?

A escolha profissional é uma das mais importantes. Porém, que sentido seria uma vida com sucesso profissional sem amor? A escolha amorosa pode ser considerada tão importante quanto a definição da carreira.

Por Leo Fraiman*

Escolha profissional
Imagem: Pixabay

Sem dúvida, a escolha profissional é muito importante porque dela virá o seu sustento, algumas de suas realizações, uma parte do seu crescimento e do desenvolvimento pessoal. Além disso, é com essa escolha que você pode dar sua contribuição para o avanço da sociedade como um todo. Por todas essas razões, é que podemos encontrar pessoas muito felizes com a vida profissional, que sentem um verdadeiro prazer no seu dia a dia.

Continue lendo