Dar lugar para os mais jovehs

Realização e Satisfação. Dar lugar para os mais jovens?

Há pessoas que confundem satisfação com realização pessoal. Relutam em se dizer realizadas porque sempre há algo por fazer.

Dar lugar para os mais jovehs

E, de fato, nos sentimos mais animados quando há um projeto pela frente. Por melhor que tenha sido nosso desempenho e até porque somos capazes e inteligentes, logo queremos mais.

A realização é a concretização de sonhos e a satisfação é o preenchimento da necessidade de auto-reconhecimento. Se não ocorre uma ou outra, a pessoa não se apropria de seus feitos, fica vazia, como que desprovida de seus méritos e valores. Só vê o que ainda não conseguiu. Não percebe riqueza nas experiências das quais participa, das oportunidades que a sua busca desencadeia. A chave para sair desse poço fundo e escuro é um processo de longo termo, que não diz respeito somente à própria pessoa, mas aos esforços que ela faz para ajudar os outros. É por isso que nos sentimos realizado quado nossos filhos se formam, se casam… Porque nosso sonho era o de fazer alguém feliz, vencer na vida! O mesmo quando olhamos em torno, em nossa empresa, quanto trabalho geramos a tanta gente. É nossa contribuição ao bem-estar coletivo.

A grande diferença entre realização profissional e satisfação é que a realização diz respeito ao cumprimento de propósitos e a satisfação à conquista de metas e objetivos.

A grande diferença entre realização e satisfação é que a realização diz respeito ao cumprimento de propósitos e a satisfação à conquista de metas e objetivos. Os propósitos se expressam melhor na atitude de servir, de ajudar o outro a conseguir sucesso. As metas e objetivos se expressam na atitude de buscar algo para si. Não devemos, porém, imaginar que uma atitude é melhor que outra. Há contextos onde se deseja, ou se aplica, uma coisa ou outra. Até porque não se chega à realização sem provar da satisfação. Quando fracassamos num objetivo é frustrante. Mas quando perdemos a noção da finalidade começamos a achar que viver é muito difícil! Facilita quando, além de nós mesmos, encontramos razões excelentes para prosseguir. Por exemplo, pelos outros!

Na maturidade, quando os filhos crescem, a família se transforma, os pais vão embora, o corpo reclama por mais cuidados e o trabalho… Ah! Quando o trabalho muitas vezes nos é arrancado das mãos, ou temos que começar tudo de novo, a revisão das metas e dos propósitos de vida é essencial.

Como meta, pensar na aposentadoria. Seguro-saúde, equilíbrio financeiro, ocupação pessoal através de um novo trabalho, ou de lazer, buscar meios de obter mais satisfação. Como finalidade ou propósito, preparar-se para crescer. Uma jornada diferenciada, menos afoita, mais justa e cooperativa, menos rígida ou exclusivista, sem tanto estresse.

É aqui que aprendemos que “dar espaço aos mais jovens” não é perder terreno, sair da linha, mas assumir a atitude desprendida de ajudá-lo a seguir carreira, a alçar voo. Instruí-los na arte de uma profissão, confiar neles. Repassar o conhecimento adquirido, treiná-los e apoiá-los em suas próprias experiências, na constituição de suas novas famílias.

Isso é realização, grandeza de caráter. É não parar, mas ajudar a prosseguir. Não simplesmente ceder, mas tratar de continuar, buscar se realizar. Agora de maneira diferente, mais experiência.
“A realização é um processo de longo termo, que não diz respeito somente à própria pessoa, mas aos esforços que ela faz para ajudar os outros.”

Drª Ana Fraiman
Revista PHARMACIA – Maio 1996

Contatos: 11 3813-5311 | 9.9391-3236 | ana@fraiman.com.br

O que fazer para se preparar para a aposentadoria

20 atitudes para adotar, fortalecer e se beneficiar

Aposentadoria
Imagem: pixabay

Observe atentamente. Não julgue, somente considere. Aprenda com o que puder enxergar. Procure olhar, portanto, para além de si próprio. Pelo que são, os outros nos ensinam. Mas desconfie daqueles que teimam em dar conselhos ou que prometem por prometer. Falar é fácil. Fazer é que são elas. Não procure por um emprego. Busque oportunidades. Se atualize e se prepare para elas.

Continue lendo

Aqui entre nós

Um dia me aposentei. Acho que cedo demais. Perdi meu trabalho, meu status, minha renda milionária. Fiquei mais velho, como todos ficam. Alguns amigos meus não tiveram essa sorte. Foram embora antes. Não tiveram que envelhecer. Porque isso é difícil. Põe difícil nisso!

Me aposentei
Imagem: Pexels

Já tive e precisei ter muitas coisas. Muitas. Correria desenfreada para manter tudo. Viagens, negócios, recepções. Compras, carros. Filhos, amigos, muitos amigos de meus filhos, além dos meus próprios amigos. Faculdades e cursos disso e daquilo, casa na praia, todos se refestelando à custa de meu trabalho.

Era muito feliz com isso. Minha esposa reclamava das minhas ausências, mais assíduas do que minhas presenças, pois que, mesmo estando em casa – hoje reconheço – mal conversávamos. Falta de tempo. Marcávamos hora para conversar. E para transar.

Assim vivíamos como casal, numa vida de grife e de sucesso. Para mim, isso era qualidade. Em determinado sentido, talvez o fosse. Dois loucos, pois é o que éramos. Mas loucos que se sentiam realizados! Era tudo pelo que lutávamos anos a fio. Eu daqui, ela dali. Para isso é que nossos pais, imigrantes, haviam se sacrificado.

Continue lendo

A fase da aposentadoria

A vida não lhe trará o sucesso de bandeja. Velho ou novo vá buscar. Este é a grande mudança da aposentadoria: comece de novo.

Aposentado Marionete

“Eu já estava convencido que, dali para frente, a minha vida não seria mais do que uma sucessão de dias que eu tentaria preencher de alguma forma útil, tal qual uma To Do List diária, a qual eu fazia todas as noites, antes de dormir e cumpria no dia seguinte ou poucos dias depois: ir ao banco pagar o INSS da nossa empregada; passar no sacolão e comprar as frutas que estavam faltando; levar meus tênis para reparo; lavar o carro na esquina, enquanto usufruísse alguma cortesia do posto; comparecer ao dentista e, tantas coisas mais, que faz com que o dia a dia de um aposentado se preencha.

Continue lendo

Ter estado no topo não significa voltar ao topo

Para você voltar ao mercado numa boa colocação, além dos quesitos específicos para seu bom desempenho e de seu vasto currículo, deverá estar alinhado com a nova linguagem do mundo organizacional.

Aposentado de volta ao trabalho
shutterstock

“Quando eu ocupava o cargo de diretor financeiro de uma grande montadora, tinha duas secretárias diretas, além das demais, que nos serviam nas ocasiões em que o volume de trabalho aumentava. Todos ali tínhamos a maior dedicação e vezes sem conta permanecíamos, muito além do horário, em intermináveis reuniões. Claro que, algumas delas, ineficientes. Mas éramos uma equipe e todos colaboravam. Hoje estou trabalhando numa pequena empresa familiar.

Não fui treinado para isso. Não há equipe. Há os donos, eu e uma única secretária para todos. Então, sou eu mesmo que tenho que desenhar as planilhas. Perco um tempo danado! Sinto-me inoperante. Acostumei-me com a ação. Hoje, sinto que cumpro ordens. Além do que, ganho um terço do que ganhava antes. Minha esposa e meus filhos dizem que estou melhor, mais conversável, menos estressado. Mas dentro de mim, não consigo conviver bem com a nova situação. Sinto que perdi tudo aquilo pelo qual lutei a minha vida toda.”

Continue lendo

Aposentados bem qualificados no mercado de trabalho

O mais provável é que, num novo emprego, seu chefe sinta-se ameaçado por você. Ou que você se sinta atemorizado por uma chefia mais jovem e mais bem preparada.

Trabalhador Aposentado
Foto Ilustrativa: Pixabay

“É engraçado observar como o meu gerente me olha torno. Parece que tem medo de mim, de ser reprovado, sei lá o quê. Imagine, eu ter que pedir para a firma comprar um rolinho de papel de fax e o cara tirar do bolso o dinheiro para eu ir comprar. Não é que eu não possa fazer isso, mas é constrangedor para os dois. Os donos dão para ele um certo dinheiro, semanalmente e, quando acaba, quando não tem o suficiente, o serviço para, porque ele não pode pedir mais. Os donos não dão. Então, o serviço para. Você já viu isso?! O serviço para. Acho que eu também faço cara de quem não gostou. Só que eu não vejo a minha cara. Só vejo a dele. E é dose! Tive que aprender a andar no ritmo deles, mas não consigo deixar de pensar que estou trabalhando numa firmeca de merda. Fazer o quê? Foi o que me apareceu. E dadas as circunstâncias, nem tenho do que reclamar, já que ainda consigo ganhar algum...”

Continue lendo

Aposentado empreendedor

O seu negócio seja qual for, vai sugar suas economias. Pense bem. E se você imagina trabalhar menos ao se aposentar, não abra um negócio próprio!

Aposentado empreendedor
Imagem Ilustrativa : Pixabay

"Logo vamos ter que sair daqui. Não está dando mais para manter os preços, a freguesia baixou pela metade. E o barulho, ficou simplesmente insuportável. Ninguém nos avisou que esse trecho todo haveria de ficar interditado por meses a fio. Os buracos, a direção das ruas... Você reparou na bagunça de trânsito, que está por esses lados?! O pessoal não quer mais vir até aqui. E, mesmo aqueles que vêm à pé, quem é que quer almoçar com esse barulhão todo martelando na cabeça? Eles têm razão. Mas fazer o quê? Vamos ter que começar tudo de novo. E a gente não sabe o quê."

Waldemar abriu um pequeno restaurante "por quilo" de comida árabe, numa rua muito bem situada num bairro nobre da capital. Logo atraiu enorme freguesia. Estava indo mais do que bem, dando um excelente retorno, até que foram colhidos por uma obra da prefeitura.

Continue lendo

Aposentar-se

Aposentar-se não é fácil.

Você precisa conviver com esta ideia desde quando começar a trabalhar.

Aposentar-se
Imagem: Pixabay

"Primeiro vou pagar minhas dívidas e ajudar meu filho a terminar a casa dele. Depois, com os dois mil, dois e quinhentos que sobrarem, vou comprar um freezer, desses deitados e vender sorvete. De porta em porta? Não. Vou abrir a frente da minha casa, que nem a minha cunhada fez e vender de lá mesmo. Ela está tirando um bom dinheiro e eu acho que também vou tirar, porque lá no meu bairro não tem sorveteria, não. Daí vai ter e eu vou ganhar."

Continue lendo