A boa-fé dos idosos

"Minha mãe não sai de cartomantes e centros que exploram sua ingenuidade. Tento explicar que ela está gastando dinheiro e esperanças fora, sem resultado. O que posso fazer?"

Berenice Andrade, Guarulhos (SP)

Cartomante
Cartomante, Vidente, boa-fé (Imagem: Pixabay)

Ana Fraiman

As pessoas precisam acreditar em alguma coisa, se não a vida fica sem sentido, umas creem em Deus, outras na ciência outras, ainda, fazem da arte sua religião ou têm um trabalho a que se dedicam com devoção. Em qualquer desses campos também podem ser exploradas.

A questão é o direcionar a fé e a esperança para horizontes que possibilitem um crescimento pessoal e espiritual. Na fé religiosa encontramos muitas respostas para nossa angústia humana. Existem centros espíritas de total credibilidade que, longe de explorar a boa-fé das pessoas, conseguem beneficiá-las com seus trabalhos elevados. Procure conduzir sua mãe para esses centros. Não é difícil de encontrá-los, Berenice.

Na idade mais madura a religiosidade é uma dimensão de vital importância para o ser humano. Não importa que você não acredite, sua mãe acredita e está precisando de apoio espiritual. Dê essa oportunidade a ela.

Fonte: Coluna VELHICE da revista CLAUDIA (publicados entre as décadas de 80 e 90) - Por Ana Fraiman

VELHICE - Como conviver com essa realidade
Ana Perwin Fraiman - psicóloga, com curso de aperfeiçoamento em Gerontologia Social pelo Instituto Sedes Sapientiae, SP. e pós-graduada em Psicologia Social pela USP.

 

  • Psicóloga formada pela UNIP, Mestre em Psicologia Social pela USP e doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP.
  • Pesquisadora pelo NEF - Núcleo de Estudos do Futuro, com foco no Ecossociodesenvolvimento | Cátedra Ignacy Sachs, alinhada ao United Nations Millennium Project.
  • Coaching de Carreira e Preparo para uma Aposentadoria Sustentável.

1 Comment

  1. Bom dia Ana Fraiman,

    Apoiar uma mentira não a torna uma coisa boa. Se uma pessoa pesquisar seriamente a Bíblia irá concluir que não há outra verdade, mas somente a palavra de Deus. E a palavra de Deus, a Bíblia condena claramente qualquer associação com os médiuns espíritas, magia, curandeiros, ou com qualquer coisa ligada ao ocultismo. Todo Cristão verdadeiro está atento às coisas que desagradam a Deus para não as praticarem. (João 17:17) (Deuteronômio 18:10-13)

    Há no mundo um conceito deturpado de que “É preciso acreditar em algo” ou “todos os caminhos levam a Deus” ou ainda “que não importa qual religião seja a sua”. Tudo mentira que Satanás inventou para desviar as pessoas. A verdade é que a grande maioria delas não querem um compromisso com Deus. Elas querem algo para massagear a consciência pesada, algo para se apoiarem quando o sentimento de culpa vier. Há também no mundo uma hipocrisia enorme, muito visto nas épocas festivas, como Natal e Páscoa, onde as pessoas ficam sensíveis aos problemas alheios, e costumam fazer caridades. Mas passadas estas datas, todos voltam para suas vidas egoístas. Pode-se ver isso, ainda mais acentuado, nas guerras, onde católicos e protestantes dos Aliados mataram católicos e protestantes do Eixo e vice-versa. Nota-se assim que ambos não tinham o amor cristão, tornando-se falsos cristãos, como a maioria que vemos por aí hoje.

    O verdadeiro cristão deve estar disposto a sofrer pelo próximo (Filipenses 1:29), mas o que vemos é cada um buscando a sua própria felicidade. (2 Timóteo 3:1-5) Jesus disse que os verdadeiros cristãos seriam identificados pelo amor. João 13:34, 35 diz: “Eu vos dou um novo mandamento, que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros. Por meio disso saberão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor entre vós.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: